Olá a todos!

Hoje vou trazer para vocês meu primeiro artigo publicado sobre os meus estudos sobre o uso de Geotecnologias no ensino e o desenvolvimento de um SIG totalmente voltado para o ensino no qual tenho me dedicado, o Geomapea. Esse primeiro artigo trás, de forma embrionária, os primeiros passos desse projeto. O artigo é dividido entre processo técnico e algumas reflexões sobre o uso dessas ferramentas no ensino. Para baixa-lo, CLIQUE AQUI.

Para citar esse artigo:

No corpo do texto (Cardoso, 2012)

Nas referências:

CARDOSO, M. R. D. GEOMAPEA: Repensando o Ensino de Geografia na Era do Computador. Anais do III Forum Regional  de Programas de Pós-Graduação do Centro-Oeste e Triângulo Mineiro. Três Lagoas – MS. p. 166 – 180. 2012

Segue abaixo o resumo.

RESUMO. É fato conhecido que a educação, em geral, no ensino médio e fundamental têm passado por uma crise devido a falta de interesse da maioria dos alunos e falta de recursos e/ou falta de capacidade de professores para utilizar-se de novas metodologias em suas aulas. No ensino de Geografia isso não é diferente e a necessidade de se reinventar ou aprimorar a forma de ensino, principalmente na Geografia Física por seu conteúdo menos atrativo para a faixa etária dos alunos comparada ao ensino de Geografia Humana, faz-se necessária. Partindo dessa premissa, na elaboração de um Projeto de Intervenção Pedagógica do estágio supervisionado do curso de licenciatura em Geografia da Universidade Federal de Goiás, foi proposta a elaboração de um provedor de mapas temáticos totalmente customizáveis pelo usuário, que pode ser tanto o aluno quanto o professor, para ser usado como recurso didático nas aulas de Geografia obtendo assim um leque de análises e possibilidades de interações que seriam um pouco mais duras e menos atraentes se apresentadas apenas no livro didático, quadro e giz. Para a elaboração dessa aplicação foi utilizada a plataforma para elaboração de SIG on-line ALOV Map construída na linguagem JAVA pela University of Sidney. A base de dados, vetor e raster, foram adquiridas de diferentes base de dados on-line. O objetivo desse projeto de intervenção é desenvolver e aplicar um material didático para o ensino de geografia que utilizará de recursos do Geomapea servido de mapas interativos e informações quantitativas para ensinar os mais variados conteúdos cabíveis no ensino de Geografia, como relevo, clima, vegetação, densidade demográfica, regiões administrativas, trabalhar os elementos gráficos da cartografia, tais como rosa-dos-ventos, escala, legenda e coordenadas geográficas e discutir a importância do uso das novas tecnologias no ensino de Geografia.

Ajude-nos a compartilhar conhecimento e fique por dentro das últimas notícias curtindo nossa página no Facebook CLICANDO AQUI ou seguindo-nos no Twitter CLICANDO AQUI. Obrigado!

Abraços!


Murilo Cardoso

Murilo Cardoso é Geógrafo e Analista em Geoprocessamento. Considerado um dos 3 melhores profissionais do ano de 2017 na área de Geotecnologias. Mais de 50 artigos publicados na área. Escreve sobre o assunto desde 2010. Diretor da empresa de cursos em geotecnologias que mais cresce no Brasil, a AcadGEO e Analista em Geoprocessamento em uma das empresas de engenharia ambiental mais tradicionais do país, a DBO Engenharia. Natural de Goiânia. Tiete de Douglas Adams, Steve Jobs e Albert Camus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *